Um dos melhores hábitos que o ser humano pode adquirir ao longo de sua existência é o hábito da leitura. Ler aumenta a criatividade, a imaginação e talvez o mais importante, enriquece o vocabulário. Unindo todos esses benefícios pode-se dizer que ler auxilia de forma extraordinária na formação pessoal e profissional de qualquer pessoa.

Desde jovens somos estimulados a adquirir tal hábito, principalmente nas escolas. Na maioria das vezes iniciamos com obras literárias obrigatórias e isso pode causar certo trauma para aqueles que não gostam de ler, pois estão sendo obrigados a algo que na maioria das vezes não chama atenção. A questão é que o incentivo a leitura não deve ser responsabilidade da escola, mas sim dos pais.  Se desde pequeno você introduz ao seu filho pequenas leituras isso poderá evoluir com o tempo. Comece lendo um livro infantil na cama antes de dormir, depois vá apresentando outros do gosto dele para que leia sozinho. Depois disso a criança terá dois caminhos a seguir, ela poderá adorar ler e levar isso para a vida ou ela realmente não gostará de ler e será obrigada pela vida . Um dos dois caminhos será prazeroso e o outro será chato. Tudo depende do incentivo que ele terá.

Para aqueles que gostam de ler livros com histórias fascinantes vai uma dica: Escuridão Total sem Estrelas, do mestre do horror, Stephen King.

Os fãs de Stephen King sempre esperam histórias assustadoras, como no estilo, O Iluminado e Carrie, a Estranha. No entanto este livro contém quatro contos distintos e não muito assustadores, porém extremamente instigantes. Resumindo o livro e sem spoilers, trata-se de quatro narrativas onde seus personagens principais passam por situações dolorosas que parecem não ter fim, ou seja, um momento de escuridão total. Mas em um determinado momento, esses conseguem ver uma luz, que parece ser a única embora não seja a melhor e isso os leva a caminhos tortuosos.

Segundo o próprio autor, não foi fácil escrever as quatro histórias e todas elas foram inspiradas em algum fato real, mesmo que pequeno. No capítulo “POSFÁCIO”, ele explica suas inspirações para o livro. Na história “Um bom casamento”, por exemplo, Stephen diz que sua inspiração veio de um artigo sobre Dennis Rader, o assassino serial conhecido na época como BTK. A partir daí é possível imaginar o quão interessante é o livro. A história “Gigante do Volante” virou filme intitulado “Big Driver” e sem dúvida aconselho ler o livro antes de assistir ao filme, os fortes entenderão o motivo.

Para quem se interessou, o livro pode ser encontrado em qualquer livraria e em sites especializadas em vendas e seu preço pode variar de 35 a 50 reais. Vale a pena!

 

Share

Deixe uma resposta