Diante da crise econômica que estamos passando, o Brasil hoje abriga milhões de desempregados. Infelizmente muitos destes são profissionais extremamente experientes e capacitados que não tiveram chance alguma de lutar contra essa onda de demissões que devastou todo o país.

A expectativa é que o ano de 2017 seja diferente do anterior e que novas contratações sejam realizadas assim que o Brasil começar a se reerguer. Mas quando isso irá acontecer? Janeiro? Julho? Final do ano? Muitas especulações e pesquisas estão sendo realizadas desde então, mas a realidade é: Não podemos esperar sentados. Um país não se constrói ou neste caso, se reconstrói da noite para o dia, mas precisamos estar preparados para que quando novas filas de empregos surgirem sejamos os mais cotados para o cargo.

O primeiro passo para quem pretende entrar novamente no mercado de trabalho é revisar seu currículo. Já se perguntou se ele é eficiente? Uma das principais reclamações de recrutadores é a falta de objetividade, principalmente em currículos de pessoas que já trabalharam em diferentes áreas. Se você busca um cargo de Técnica de Enfermagem não convém citar seu curso de corte e costura. Foque em uma área e crie um currículo que evidencie sua vontade e capacidade de trabalhar nela. O G1 publicou uma matéria em agosto/2016 referente aos erros encontrados em currículos. Vale à pena conferir.

Com objetivo definido e currículo revisado, estipule as empresas que oferecem aquele cargo e qual você teria interesse. Cuidado nessa hora, pois não é uma tarefa fácil. É de extrema importância que seja realizada uma pesquisa minuciosa neste aspecto. A questão não é saber se a empresa é boa ou não, até porque nenhuma pesquisa vai lhe dar esse tipo de informação com 100% de certeza. E às vezes o que é ruim para um é bom para outro. A questão é saber se aquela empresa oferece exatamente o que você procura como aprimoramento profissional, sustento pessoal, assistência familiar e entre outros. Pode parecer simples, mas inúmeros fatores pessoais devem ser considerados.

Feito isso chega à hora de entregar o currículo, podendo ser feito de forma pessoal ou via correio eletrônico. Fazer essa entrega de modo pessoal ainda é o método mais eficaz, pois nesse momento se inicia uma relação profissional. Se essa é sua escolha, certifique-se do endereço correto e nome do responsável a quem deverá encaminhar. Caso não possua esse tipo de informação, faça um contato telefônico e obtenha. Evite deixar na portaria a não ser que essa seja uma regra da empresa. Para quem busca emprego em outras cidades, fazer a entrega pessoal não costuma ser fácil, por isso há e-mail corporativo e sites especializados em recrutamento e estes merecem a mesma atenção e cuidado de uma entrega pessoal. Não basta apenas anexar o currículo e enviar, isso seria o mesmo que deixá-lo na portaria. O currículo deve ser enviado em anexo e acompanhado de um pequeno texto elaborado mostrando seu interesse na empresa e no cargo em questão.

No próximo post falaremos mais sobre esses sites e quais os melhores para se cadastrar.

 

Share

2 comentários em “Procurando emprego

Deixe uma resposta