Em 22 de janeiro de 2015, meu noivo e eu partimos em busca de novas aventuras no estado do Tocantins. Eu havia acabado de conseguir um emprego na área e ele buscava o mesmo e por aproximadamente seis meses passamos por alguns obstáculos, porém nada grande demais. Apenas o esperado, como pouca grana, pouco conforto e a dificuldade de se adaptar ao novo emprego, nova cidade e novo estado civil. Com o tempo as coisas foram se ajeitando, as condições foram melhorando e novos obstáculos foram surgindo, mas ainda sim, nada grande demais.

Eu poderia escrever um livro sobre tudo que passei ao lado do meu agora esposo e de todas as pessoas e amigos que conheci, mas o que quero com tudo isso é contar um pouco dos muitos aprendizados que adquiri com essa morada curta, porém calorosa nesse estado.

Aprendi que sair de casa nunca será fácil, ainda mais para uma pessoa que sempre foi muito ligada aos pais e avós. Chorei durante a viagem, chorei no banheiro do trabalho e acordei algumas noites chorando ao relembrar a despedida. O que confortava era saber que eu estava bem e aqueles que deixei também e que mesmo a distância eu os amava e valorizava.

Aprendi que viver a dois requer paciência, disciplina, comunicação e carinho. Principalmente quando os dois trabalham em turnos diferentes e praticamente se vêem por três ou quatro horas por dia incluindo os fins de semana. Para minha sorte tive um companheiro excepcional que ao mesmo tempo em que aprendia me ensinava.

Aprendi que trabalhar em equipe será sempre um desafio, pois queremos impor nossas opiniões e obrigar ao outro aceitar. Esquecemos que somos únicos, com pensamentos e costumes diferentes. E por meio disso aprendi que nem sempre vale à pena discutir, principalmente se tratando de pessoas ignorantes. O silêncio me ensinou mais do que o falatório.

Aprendi que a maior experiência que o ser humano pode ter na vida é conhecer pessoas. Embora eu estivesse no Tocantins, conheci e trabalhei com mineiros, gaúchos, piauienses, paraenses, paulistas, paranaenses e claro TOCANTINENSES. Conheci costumes e ouvi histórias e aprendi com cada um, uma coisa aqui outra acolá.

Aprendi a dar valor nas pequenas conquistas, nas verdadeiras amizades e acima de tudo na família. Foi por meio da distância que vi o quanto eu era importante para os meus. Passei a dar valor aqueles que perguntavam como eu estava ou aqueles que me aguardavam em minha cidade natal com um cafezinho pronto. A partir daí soube o significado de parente e família, de amigo e colega.

E por fim, aprendi que não há escolhas ruins. Estamos onde deveríamos estar e cabe a nós aproveitar este momento, aquela oportunidade, que por mais controversa que pareça no momento é exatamente o que nos pertence e é em cima dela que construiremos nossa vida.

Por isso quero através desse post dizer que tudo nessa vida vale à pena. Cada sorriso e cada lágrima são necessários para nosso desenvolvimento. Faça tudo o que tiver que fazer e sempre melhor, mesmo não sendo o caminho que escolheu no momento, mas acredite, sempre há recompensas. E acima de tudo valorize sua vida, sua família e seus amigos, mesmo que a quilômetros de distância, assim nunca haverá arrependimentos.

Meu eterno agradecimento a todos que fizeram parte da minha história nesse período. OBRIGADA TOCANTINS!

 

 

 

Share

8 comentários em “Obrigada Tocantins!!!

  1. Olá Camila, belo post, resumidamente um pouco de tudo que temos que enfrentar longe dos nossos entes queridos, enfim, hoje também carrego experiências de 07 complexos industriais espalhados pelo país, e dentre tantas idas e voltas, hoje é essa base que me faz transformar medo, angústia, ansiedade e saudade, em pura coragem e determinação, pois é assim que aprendemos as lições da vida, e como diz o o velho ditado ” Muitos querem aquilo que você tem, mas vão desistir quando souberem o preço que você pagou.” Desejo muito sucesso para você e toda sua família, abraço.

  2. Muito me identifiquei Camila, sair de casa é realmente difícil. Desejo tudo de melhor na sua vida. E continue sempre buscando o melhor, você vai longe. Muito sucesso. E agradeço ter te conhecido. Bjoss

    1. Sair de casa é difícil, mas como tudo na vida tem suas vantagens e desvantagens. O importante é nunca esquecer de onde viemos. Obrigada por tudo! Foi um prazer conhecer todos vocês e mesmo a distância vamos manter contato.

Deixe uma resposta